SURDEZ SÚBITA... E O MEU ARROZ DE TAMBORIL

quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Hoje vou falar-vos de SURDEZ SÚBITA. Não que seja um assunto muito interessante, mas porque pode acontecer a qualquer pessoa, quando menos espera e independentemente da idade.
Nunca me tinha passado pela cabeça que se podia ficar surdo de repente, sem nunca ter tido uma dor de ouvidos, nem uma otite, nem estar constipada.
Quando, numa tarde de sexta-feira me apercebi de que não conseguia ouvir nada, assustei-me, pensando que estava a ter um AVC. A tensão arterial demasiado elevada,confirmava as minhas suspeitas. Fomos logo às Urgências do Hospital Amato Lusitano de Castelo Branco onde um médico de serviço (eu achei que era médico !!!)se riu do meu receio. Que o AVC não provoca surdez, etc. Aliás, nesse momento já a tensão tinha normalizado, foi mesmo do susto.
Então com a "cornetinha" espreitou para o ouvido e disse que o que eu tinha era cera nos ouvidos!!! Que no começo da semana procurasse um Otorrino para fazer uma lavagem.
Eu fiquei mais descansada com o prognóstico e marquei logo consulta no Otorrino para segunda-feira. Só que nesse dia, já não me consegui levantar com vertigens e vómitos constantes. Na terça de manhã fui de novo ao Hospital, pensando que estava com uma crise de visícula, já em cadeira de rodas...
Fui medicada com soro e à tarde , quando me deram alta, fui directa para o consultório do Otorrino. Ele assim que me viu, fez logo o diagnóstico: SURDEZ SUBITA.
Qual cera, qual "carapuça"! Só que a Surdez Súbita tem 24 a 48 horas para ser tratada. É uma injecção julgo que à base de cortisona, que dentro de 10 dias, dá 50% de possibilidades de voltar a recuperar a audição! E para mim já era tarde...
Ainda a apanhei, mas já tinha passado muito tempo e não fez efeito.
Se eu soubesse isto, tinha ido logo nesse dia ao Otorrino! E porque pode acontecer a qualquer pessoa com mais frequência do que pensamos, é que eu quis partilhar convosco esta mágoa. Para que não volte a acontecer!

E agora, "tristezas não pagam dívidas". Por isso deixo-vos a receita do meu almoço de ontem, he,he!


ARROZ DE TAMBORIL

1 lombo de tamboril (1 kg), às postas
4 camarões médios por pessoa
2 chávenas (xícara) almoçadeiras de água
1 chávena almoçadeira de leite

1 chávena (xícara) almoçadeira de arroz carolino (200g)
3 chávenas almoçadeiras de líquido da cozedura do tamboril
1 cebola média
2 dentes de alho
1 folha de louro (sem nervura )
3/4 de chávena de café de azeite virgem
1 colher de sopa de concentrado de tomate
1 molhinho de coentros picados (maço)
Sal e malagueta em flocos q.b.

Ponha a ferver num tacho 2 chávenas de água, com um pouco de sal. Deite os camarões, deixe levantar fervura e conte 5 minutos. Apague o lume e retire os camarões com a escumadeira para uma tigela. Acrescente água fria e descasque os camarões. Reserve.
Com o garfo, esmague as cabeças dos camarões nessa água. Coe e reserve.
Coe a água de cozer os camarões, junte esta última e acrescente uma chávena de leite. Leve ao lume a ferver e introduza os pedaços de tamboril. Deixe ferver em lume brando por 10 minutos.
Prepare um refogado com o azeite, o alho e a cebola picados e a folha de louro.
Junte uma colher de sopa de concentrado de tomate.
Acrescente 3 chávenas de líquido da cozedura do tamboril.
Prove e rectifique o tempero de sal e junte um pouco de malagueta em flocos.
Quando ferver junte o arroz lavado. Deixe levantar fervura de novo, baixe o lume para mínimo e conte 13 a 15 minutos.
Sirva polvilhado com coentros picados.

Notas: - Esta receita dá para 4 pessoas.
- Sirva acompanhado de uma boa salada verde ou mista.

Beijinhos da
Bombom = Tia Fátima = Avó Fátima

Talvez Goste de Ler

13 comentários

  1. A nossa vida pode mudar num segundo né? És uma vencedora :) Tristezas não pagam mesmo dívidas e podemos sempre afogar as mágoas na comida he he

    ResponderEliminar
  2. Não fazia ideia que alguém podia ensurdecer de um momento para o outro... se pensarmos bem nisso nao conseguimos deixar de nos sentir assustados.
    Ainda bem que tiveste a força de vontade necessária para dares a volta por cima e para te adaptares na perfeição a essa nova etapa.
    Desejo-te tudo de bom... adoro o teu blog que visito constantemente (embora poucas vezes tenha tempo para comentar) e gosto muito de ler as tua histórias.

    ResponderEliminar
  3. Olá Fátima!

    É uma pena que nos Hospitais Portugueses não tenhamos nas Urgências os médicos de especialidades.Principalmente Otorrinos. Porque realmente um médico de clinica geral a ver ouvidos... Por alguma coisa os médicos quando se acabam de formar, vão tirar a especialisação que preferem ou que têm mais aptidões.(Como se costuma dizer cada macaco no seu galho) E esse médico realmente se não sabia só tinha que se limitar à sua ignorância e mandar-te logo de urgência para o Otorrino. Mas, será que o médico "sabia" que não "sabia"?Como em todas as profissões há os bons e os menos bons. Mas, tu conseguiste dar a volta por cima, e isso é o mais importante. Eu sabia da surdez súbita porque tenho uma tia irmã da minha mãe que lhe aconteceu.

    Agora o arroz de tamboril só pode ser do melhor, gostei muito.

    Beijinhos com muito carinho mesmo

    Isabel de Miranda

    ResponderEliminar
  4. Olá querida Fátima,
    Tomei conhecimento dessa doença desde criança quando uma amiga minha de infância perdeu também a audição de um momento para o outro. Contam os pais que foi de um susto que ela apanhou provocado por uma queda. O que é certo é que a minha amiga acabou por usar aparelhos auditivos nos dois ouvidos desde criança, mas hoje é uma mulher feliz, realizada e uma vencedora, tal como a Fátima, que acabou por dar a volta ao problema.
    Esta publicação é muito interessante e útil pois ficamos desta forma alertados para o facto de que a surdez repentina deve ser encarada por nós mas também por médicos, como uma emergência que deve ser tratada rapidamente para evitar episódios lamentáveis como o que lhe aconteceu. Obrigada.
    E com este delicioso arroz de tamboril, não há tristeza que permaneça, nem mágoa que subsista!
    Um grande beijinho e um excelente fim-de-semana! :)

    ResponderEliminar
  5. não percebi bem. ficaste mesmo surda? credo!

    o teu arroz deve ser uma amravilha!
    o meu faço-o com tamboril congelado, de uma maneira muito mais simples.
    deve ser por isso que não aprecio muito.

    ResponderEliminar
  6. escusas de responder à pergunta que te fiz, acabei de ler ali ao lado... não tinha percebido, pensei que te tivesse acontecido na altura em que escreveste.
    mas como gosto de fazer perguntas, deixo-te com outra:
    aquela delicia de amendoa, fazes em que tipo de forma?

    e já agora, um pedido: quando puderes volta a passar pelos pirilampos. é que eles adoraram o teu nickname!

    ResponderEliminar
  7. Olá Fátima
    Só tive cohecimento do seu Blog.
    Costumo fazer arroz de tamboril, mas não conhecia o truque de misturar leite na água para o cozer. Fica mais macio?? Gostava de saber a sua opinião.
    Fique bem
    Margarida CF

    ResponderEliminar
  8. Seja bem vinda, Margarida!
    Eu não sei explicar bem o porquê deste "truque", se é que lhe podemos chamar assim. É como no bacalhau: se o demolharmos em leite (eu faço metade de água e metade de leite), ele fica mais saboroso e lasca-se muito bem. Com o tamboril, é semelhante. Não fica mais nem menos macio, fica com uma consistência muito boa e mais gostoso. Só experimentando é que nos apercebemos. E para esta receita, nunca usem tamboril congelado porque perde muito do seu verdadeiro sabor.Bjs.Bombom

    ResponderEliminar
  9. desculpe, mas não consigo deixar de me indignar. não há um Otorrino nesse hospital? uma pessoa perde um dos seus sentidos assim?, sem mais nem menos?
    quanto mais não seja, e apesar de não terem de ser especialistas, os médicos em urgência devem com certeza que estar despertos para este tipo de situações e orientar de imediato o utente... mandá-lo de imediato para a especialidade em causa.
    mas que raio de pais é este?
    força e as melhoras.

    ResponderEliminar
  10. Cara Melancia: eu quis apenas alertar-vos para um mal que está a acontecer com bastante frequência, a pessoas de todas as idades, para que se vos acontecer, possam exigir um médico da especialidade. Eu desconhecia por completo, por isso fui apanhada na "onda"...
    Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
  11. Olá Fátima
    Pois por acaso e nas minhas pequenas viagens pela Net fui parar a este "O Meu Estaminé" que desde já agradeço a receita.
    No entanto o que me levou a enviar este comentário (o 1º nestas andanças)foi o facto de eu própria ter sofrido o mesmo incidente de surdez súbita (ouvido esquerdo), mais precisamente no ano de 2003. Estou solidária .
    Obrigada pelo seu testemunho.
    Manuela

    ResponderEliminar
  12. Fátima, sou do BRasil,meu nome á Angela. na ultima terça feira, acordei assim, um zumbido no ouvido, ´somente me percebí sem ouvir (ouvido Direito) bem mais tarde e foi piorando) Busquei melhores otorrinos que estão num congresso numa das mais lindas prais de nossa costa.
    Então consegui um outro (muito bom) que me deu a assustadora notícia.
    Podem ser muitas as causas, falta de oxigenação por falta de oxigenação (60 segundos, 8 minutos até 60 minutos que seria irrecuperável... é um acidente vascular em minusculos vasos... Pode ser viral, basteriano, uma toxoplasmose (doença de gatos e aves...) li muita coisa e exames teriam sido fundamentais (angiografia, Ressonancia, tomografia ver se há algum pequeno tumor (benigno...
    Mas tratamento com corticoides e vasodilatadores primeiros 10 dias para regenaração das células são primordias, mas existe uma procentagem da população que não recupera...
    Vitamina E 800 mg dia também é mto eficaz porque é antioxidante, limpando a area e recuperando celulas... Como são meses, tente um especialista em OTOLOGIA NEUROTOLOGIA... pode melhorar, digite HIPOACUSIA SÙBITA e SURDEZ SUBITA, tbém importancia da Ressonancia magnética na surdez súbita, foi muito importante para mim. muitos artigos brasileiros , portugueses tbém. Tenho esperanças de me recuperar ainda que parcialmente. Tenha tbém...Abraço solidário... Acompnharei suas maravilhosas receitas, por herança somos loucos por bacalhu e adoramos Portugal... bjos

    ResponderEliminar
  13. Desconhecia isso totalmente, é sempre bom saber... ainda mais nestes casos em que se tem pouco tempo para agir!

    ResponderEliminar