MOLHO DE TOMATE EM CONSERVA

quarta-feira, novembro 09, 2011


Este Verão aprendi com a minha prima Elvira que vive lá na minha aldeia da Beira, a fazer uma conserva de tomate que lhe dura para o resto do ano, até voltar de novo o tempo deles. Claro que, além de ter ganho um frasco dela, também ganhei a receita!
Experimentei logo fazê-la, mas esqueci-me das fotos e também depressa se acabou...
Só ontem tive ocasião de repetir a receita, que é muito simples.
Este Molho de Tomate fica parecido com o QB que eu às vezes comprava para pôr nas Pizzas ou nas massas, mas gosto muito mais dos que faço em casa. Além de ficarem muito mais baratos, não têm aditivos, nem corantes, nem conservantes, o que significa que são muito melhores para a nossa saúde.
Conservam-se muito bem na despensa mas quando abertos devem deixar-se no frigorífico e usar-se dentro de uma semana.

Molho de Tomate em Conserva

1 dl de azeite virgem
6 ou 7 dentes de alho grandes
800g de cebolas (3 ou 4 gdes)
1,5 kg de tomates (sem pele nem graínhas)
2 folhas de louro gdes (sem a nervura do meio)
1 ramo de salsa
1 raminho de tomilho (1 colher de café se for seco)
1 raminho de salva (ou de segurelha)
sal e pimenta, qb.
1 colher de chá de açúcar amarelo

Leve ao lume um tacho de inox com o azeite, o alho picado e as folhas de louro. Deixe aquecer durante uns 3 minutos e junte logo a cebola picada e deixe refogar por alguns minutos até começar a ficar transparente. Junte o tomate sem pele nem graínhas e o sumo obtido ao passá-las pelo passador de rede.
Quando levantar fervura, acrescente as ervas aromáticas, o sal, o açúcar e a pimenta moída na altura. Tape, ponha em lume brando e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando. Ao fim de cerca de 1 hora, verifique a cozedura. Se achar muito líquido, tire a tampa e deixe ferver por mais algum tempo.
Retire do lume e reduza a puré com a ajuda da varinha mágica ou de um passe-vite de rede fina.


Rectifique os temperos e verta para os frascos. Tape com as tampas herméticas e volte-os de "boca" para baixo para criarem vácuo natural. Deixe arrefecer.


 Depois de frios vire-os e guarde na despensa ou em local escuro e fresco.

Notas:
O alho deve cozinhar-se um pouco, antes de juntar a cebola pois esta neutraliza muito o aroma do alho.
Esta conserva é de grande utilidade para quem gosta pouco de cozinhar.
Bastam duas colheres deste molho, 2 dl de água a ferver e 1 dl de arroz, para fazer um bom Arroz de Tomate em 12 minutos (para 2 pessoas).
Também utilizo para aromatizar os estufados ou assados no forno.
Gosto de o guardar em frascos pequenos porque como somos só dois "comensais", consigo gastá-lo rapidamente e nunca se deteriora.


 Para todos, um resto de semana feliz.
Beijinhos da
Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima)

Talvez Goste de Ler

8 comentários

  1. Depois é tão fácil fazer um refogado, um molho ou uma pizza :)

    ResponderEliminar
  2. Estas receitas e dicas são uma preciosidade, nos tempos que correm, pois além da sua praticidade depois de confeccionadas, têm ainda a vantagem da qualidade do resultado, muito superior à dos produtos de hipermercado. Levo comigo :)
    Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Bombom, amadinha, voltei!
    Como sempre este pedacinho por aqui muito delicioso. hummmmmmmm
    Obrigada pelos votos de boa viagem.
    Decidimos viajar às pressas para não desperdiçar os dias que meu marido ainda tinha de férias, por isso não avisei a nenhuma amiga da velha Europa, mas estivemos estes 11 dias aí do lado, na bela Espanha, de Madri para baixo, vendo, comendo, amando tudo o que vimos e sentimos.
    Agora, volto para agradecer aos muitos amigos que deixaram seus votos para minhas boas férias.
    um grande e forte abraço carioca

    ResponderEliminar
  4. Humm, que delicia esse molho!
    Amei a dica de como conservá-lo.
    Aqui consumimos muito, pois o marido italiano quer comer macarrão toooooodos os dias!
    Bjim
    Léia

    ResponderEliminar
  5. Olá Fátima!

    Arranjei um bocadinho para vir dar uma espreitadela nas novidades (e que novidades boas!). Adorei este molho de tomate e vou fazer, quando chegar a época do tomate.

    Bjs!

    ResponderEliminar
  6. Receita anotada!
    Podes utilizar a técnica de pasteurização da Joana Roque (o link está na receita do meu molho de tomate) para se conservar mais tempo.
    Bjs

    Lua

    ResponderEliminar
  7. Olá Bombom,
    Já experimentei a receita!! Ficou óptima. Pode ver aqui no meu blog: http://nasfasesdalua.blogspot.pt/2013/03/molho-de-tomate-ii.html
    Bjs.

    Lua

    ResponderEliminar