SAL VERDE

quinta-feira, novembro 28, 2013




No Meu Estaminé está a reduzir-se o sal por causa da Tensão Arterial elevada, ou melhor desregulada,  do Provador Oficial.
O engraçado é que sempre usámos pouco sal na comida. Mas agora tenho-me visto grega!
Se retiro demais, ele refila e a comida não fica tão apaladada.
Já experimentei um sal "próprio" para hipertensos, mas não foi aprovado. Talvez para temperar um prato de sopa dê resultado, mas salga pouco. Ora como vem numa caixinha pequenina (que custa quase 5 euros) e não chega para 2 panelas de sopa, não compensa.
Já para temperar peixe e carne uso as misturas de ervas aromáticas e roubo no sal sem que se note tanto.
Hoje, quando andava a fazer uma pesquisa num blog que conheci há pouco tempo, encontrei uma receita que me deixou "de antenas" no ar : SAL VERDE.
http://tentepreparar.blogspot.pt   Secção de DICAS

Sal Verde

4 colheres de sopa de orégãos secos
4 colheres de sopa de manjericão seco
4 colheres de sopa de manjerona seca
4 colheres de sopa de alecrim seco
4 colheres de sopa de salsa seca
2 colher de sopa de louro em pó
1 colher de sopa de tomilho seco
5 colheres de sopa de sementes de sésamo (gergelim) torrado (opcional)

Junte tudo no liquidificador e pulse para homogeneizar e reduzir a pó as sementes de sésamo (gergelim).
Guarde num frasco fechado com tampa hermética.
Se preferir fazer conserva, cubra com azeite virgem-extra, mexa e verta num frasco de tampa hermética e guarde no frigorífico.
Personalize o seu Sal escolhendo as ervas da sua preferência.

Notas: - Não usei manjericão , manjerona, salsa seca, porque não tinha.
Louro em pó, basta tirar a nervura a 4 folhas médias, parti-las aos pedaços e triturar junto.


Para torrar o gergelim ou sésamo (que é a mesma coisa), acenda o forno a 180° durante 5 minutos: forre um tabuleiro com papel vegetal, deite as sementes de um pacote e passado esse tempo leve ao forno quente durante 6 ou 7 minutos. Retire e deixe arrefecer. Triture as 5 colheres e guarde o restante num frasquinho para acrescentar quando fizer pão. As sementes de sésamo torradas são muito mais gostosas do que as cruas.
A vantagem de forrar o tabuleiro com papel vegetal é que quando termina a operação, deita fora o papel e guarda o tabuleiro que fica impecável, sem mais trabalho.


Como vêem, fiz a mistura seca. Neste tipo de condimento, prefiro adicionar o azeite apenas na altura de temperar uma carne ou peixe.
Daqui por uns dias, já vos dou aqui a minha opinião, depois de comprovar se resulta ou não.

 Nota em 30/XI/2013:
Hoje experimentei o Sal Verde para temperar peixe para grelhar.
Numa tigelinha pus 1 colher de chá de Sal Verde, 1/2 colher de chá de Bonsalt, 1 colher de sopa de azeite virgem. Mexi e barrei o peixe umas horas antes de o cozinhar.
O grelhado foi apreciado e não houve reclamações!
Quem sofre de Hipertensão Arterial, acho que pode aproveitar a sugestão e variar as ervas aromáticas a seu gosto, conforme se trate de temperar Carne ou Peixe.

Beijinhos da

Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima)

Talvez Goste de Ler

6 comentários

  1. Olha que por aqui também precisamos cuidar do sal, somos hipertensos e compro o tal sal light, realmente salga pouco, mas já até acostumamo-nos. O chato é quando o filho reclama e põe mais sal, a mãe e a irmã também, mesmo não podendo consumir muito, mas gostam mais de sal. Sal e açúcar são vícios que temos que combater esta é a verdade.
    bjs cariocas


    ResponderEliminar
  2. Bom dia Bombom,
    Aqui não temos hipertensos até somos mais hipotensos, mas devido à cardiopatia tenho restrições ao sal, utilizamos para saladas e acerto de sal após a comida pronta o sal light (que possui parte de Sódio e Potássio) por isso salga menos.
    Fiquei curiosa para conhecer sua opinião acerca do sal verde, achei interessante que a sua receita não leva nenhuma pimenta.
    Bom final de semana, beijo,
    Vânia

    ResponderEliminar
  3. Fátima, que boa ideia! Tb faço as minhas misturas mas não conhecia esta. O blog é muito interessante e está cheio de dicas úteis! Até tem uma brochura feita para mim - "bifes duros" - pq sou especialista em produzir solas de sapato na frigideira, ahahah! Bj e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Olá,
    Excelente dica.
    Eu para reduzir o consumo de sal utilizo uma mistura de sal e tomilho bela-luz.
    Bjs

    Lua

    ResponderEliminar
  5. Obrigada a todas pelos vossos coment ários tão enriquecedores. eu não conhecia o "sal light". Aqui em Portugal soube há pouco tempo através de alguns blogs, que existe Bonsalt, um sal à base de potássio, que já experimentei. Talvez as minhas expectativas fossem demasiado elevadas e não se possa fazer melhor.
    Ao provar o Sal Verde, achei-o muito amargo; talvez tenha torrado demais os grãos de sésamo (gergelim). Por isso, na receita, reduzi o tempo de forno.
    Logo que experimente, digo-vos o que achei, mas sinceramente, acho que a minha receita de tempero com ervas aromáticas e um pouco (pouco, mesmo) de flor de sal, terá a minha preferência, dado que ainda não é obrigatória a restrição total do sal.
    Obrigada e beijinhos. Bombom

    ResponderEliminar
  6. Querida Bombom,
    Fiquei muito curiosa com este sal verde e vou ter de experimentar aqui na minha cozinha!
    Beijinhos e bom fim de semana,
    Lia.

    ResponderEliminar