UMA PASSAGEM POR EVORAMONTE

quinta-feira, julho 25, 2013

                           Castelo de Evoramonte, pertença da Casa de Bragança
Sempre que nos dirigíamos a Évora vindos de Castelo Branco, passávamos na estrada que conduz a Evoramonte de onde se avista a povoação e o seu Castelo altaneiro.
A pressa de ver o filho não nos dava disponibilidade para uma visita, que logo ficava adiada para outra vez. E muitas vezes foram até que um dia destes, vindo cedo e pela manhã fresca, se proporcionou a tão desejada visita.
Evoramonte ficou na História pela Convenção que aí foi assinada em 1834 e que pôs termo à Guerra Civil que durou de 1832 a 1834, e que opôs os Liberais de D Pedro IV aos Absolutistas que apoiavam D. Miguel, seu irmão.

                    Casa onde foi assinada a Convenção de Evoramonte
Esta é uma terra perdida no tempo, tal como muitas outras no interior do nosso país. Uma terra linda, ainda com vestígios dos bons tempos que viveu até ao século XIX.

                                         Casa com Brasão

Do terraço que envolve o castelo tem-se uma vista fabulosa de parte do Alentejo.


Tem várias igrejas, capelas e uma ermida.

 Esta é a porta de entrada da Igreja Matriz.

Em cima vê-se a Capela da Misericórdia.

Esta é a Cisterna. Em cima vê-se o poço branco. Por baixo vê-se a porta do acesso ao reservatório das águas. Tudo está preservado e com boa manutenção.

Como gosto muito de portas e janelas antigas bem trabalhadas, deixo-vos aqui algumas...



E a terminar, um aspecto da entrada de acesso ao Castelo e rua principal.


Só foi pena que, embora fosse sábado, o Castelo estivesse fechado. Parece que só abre 3 fins de semana por mês. O outro é para "férias" do pessoal. E na data em que o visitámos estava fechado mais umas semanas de férias (a sério) em pleno mês de Julho. Quando se trabalha assim, não há lucro que se veja e os possíveis turistas são cada vez menos. Este é o retrato de um país que quer levantar a cabeça?...
 Desculpem o desabafo. Evoramonte merece melhor! Não deixem de a visitar se passarem em caminho.

Beijinhos da

Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima)

Talvez Goste de Ler

6 comentários

  1. Querida amiga
    Quantas saudades! Espero que esteja bem!
    Sou apaixonada por castelos!
    Adoro história e achei o lugar muito lindo.
    Um grande abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  2. Bombom querida, que saudade!
    Andas sumidinha lá do meu pedaço né, mas já vi que estás a passear por belos sítios.
    Évora sempre ouvi falar, mas não estivemos por lá, foi bom ter visto por aqui através de sua postagem e comentários.
    Portugal é belíssimo, cheio de lugares encantadores, históricos, medievais, porém, o seu governo não impulsiona o turismo por aí, uma grande pena! Mas, eu como sou uma apaixonada pelas terras lusitanas, já fui e conheço algumas dessas maravilhas de perto.
    Vontade de aí voltar e andar todo o país.
    grande beijo carioca


    ResponderEliminar
  3. Fantásticas fotografias.
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/08/5-edicao-escolha-do-ingrediente-e.html

    ResponderEliminar
  4. obrigada amiga por dividires connosco tamanha beleza,beijokas

    ResponderEliminar
  5. Olá querida,
    Lindas fotos e que passeio magnífico!
    Então vem a terras de sua Majestade em Outubro?
    Caso venha à Escócia diga e bebemos um café juntas, sim?
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar
  6. Que terra linda! Fiquei com vontade de conhecer :)
    Tens razão, Bombom. É inadmissível que o castelo não esteja acessível para visitas diárias.

    Bjs!

    ResponderEliminar