ZONA OU ZOSTER...JÁ OUVIRAM FALAR?

segunda-feira, agosto 26, 2013


Aqui para os "meus lados", interromperam-se as férias devido à ocorrência inesperada, de uma doençasita, para ter com que me entreter. Trata-se de uma virose que provoca Zona ou Zoster e que, na minha aldeia, se chama "cobrão".
Quando em pequenos temos varicela, o nosso sistema imunitário cura-a fàcilmente, mas por vezes fica um vírus que se aloja num qualquer nervo e aí fica encubado, como que adormecido enquanto é controlado ainda pelo dito sistema.
Quando o sistema imunitário enfraquece, devido à idade ou a alguma doença, o vírus acorda e "faz das suas". Provoca dores que parecem queimaduras e uns dias depois começam a aparecer manchas vermelhas na pele e depois pequenas ampolas com líquido (bolhas), que fazem lembrar a varicela. Dão muita comichão e mal estar, mas não se deve coçar.
O tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível para abreviar os sintomas, pois para o vírus não há remédio específico e é o sistema imunitário que dá cabo dele.
Estou a contar-vos esta "aventura" para não vos acontecer como a mim: não conhecia esta doença senão de nome e por isso não reconheci os sintomas. Só uma semana depois de terem começado , quando estavam a aparecer as manchas na pele, é que fui ao médico e comecei o tratamento.
Se tivesse detectado logo, tinha atacado o mal ainda no início e não teria sido tão incómodo.
O tratamento dura 7 dias (ainda me faltam 3) e depois disso ficarei mais uns dias "de baixa" a recuperar as forças porque com isto tenho andado KO, mas espero voltar em Setembro para reabrir O Meu Estaminé, com toda a força e energia!
Para todas as amigas e amigos que me vierem visitar, um grande beijinho da

Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima)

Talvez Goste de Ler

21 comentários

  1. As melhoras rápidas! Uma prima minha infelizmente ignorou os sintomas, que apareceram numa altura de stress. Resultado, já fez o tratamento umas semanas depois, e ficou com lesões permanentes, já fez imensos exames e presumem que ficou com uma sacroileite (ela tem dores permanentes que se assemelham a dor ciática). É mesmo importante partilhar esta situação, para que as pessoas se tratem atempadamente. Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  2. Ainda nooutro dia vi na tv algo sobre...

    As tuas melhoras.

    Beijinhos,

    Susana
    As Papinhas dos Babinhos

    ResponderEliminar
  3. Bombom,
    que coisa mais incômoda,minha cara.Eu já vi duas amigas sofrendo desta doença chata.
    Desejo-te melhoras rápidas e completas, viu?Te cuide direitinho.
    Dias mais brandos pra ti.
    Bjos,
    Calu

    ResponderEliminar
  4. Sei bem o que estás a sofrer, pois já passei pelo mesmo! As melhoras rápidas. Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá Fátima,
    Por acaso já tinha estranhado a ausência. Sei que doença é. Dá muito mau estar :(
    As suas melhoras e volte rápido à nossa companhia blogoesférica ;)
    Beijinhos
    Romã :*

    ResponderEliminar
  6. Ô minha querida Bombom, estavas então doentinha, que dó!
    Minha mãe teve esta doença, é ligada ao sistema nervoso e demora um pouco a ser curada, mas consegue desde que faça o tratamento direitinho.
    Minha mãe teve na altura da barriga e queimava mesmo, ia até as costas, uma verdadeira peninha eu tinha dela.
    Espero que fiques logo boa e relaxe bastante. Dizem que assistir aos filmes de Charles Chaplin (Carlitos) e dar boas risadas ajuda em muito a melhorar dessas coisas.
    deixo aqui meu sincero abraço, carioca.


    ResponderEliminar
  7. Bombom, espero que se recupere logo. Minha irmã teve, há uns 2 anos, nas costas, e foi muito doloroso.
    Mas ainda bem que passa rápido.
    Boas férias, ainda.
    Beijo!

    ResponderEliminar
  8. É uma doença que causa muito incómodo. Desejo as melhoras rápidas.
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  9. Fátima,espero que continues com as tuas melhoras, sei o que é, e o incomodo que dá. Amiga, trata-te bem, para não deixar rastos da ""zona". Recebe um abraço cheio de carinho com muita força.
    I.M.

    ResponderEliminar
  10. A gente tem ouvido falar muito disso por aqui. Assustador saber que 1 em cada 3 pessoas vai ter isso!
    :-)

    ResponderEliminar
  11. Olá!
    As melhoras! Já tive zona há uns anos, embora fosse bastante ligeira, e sei o que incomoda.
    Aproveito para deixar aqui um link para um blogue que tem estado inactivo, tal como o Sons do Nada: http://imisal.wordpress.com/
    bjs
    Inês

    ResponderEliminar
  12. Olá!
    As melhoras! Já tive zona há uns anos, embora fosse bastante ligeira, e sei o que incomoda.
    Aproveito para deixar aqui um link para um blogue que tem estado inactivo, tal como o Sons do Nada: http://imisal.wordpress.com/
    bjs
    Inês

    ResponderEliminar
  13. minha querida amiga rápidas melhoras,beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Querida Fátima, espero que já esteja totalmente restabelecida. Já tive algo parecido e sei o quanto é doloroso. Um grande beijinho***

    ResponderEliminar
  15. Fátima, fico a torcer por uma boa recuperação.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  16. Por acaso nem fazia ideia que essa doença existia :)
    Estamos sempre a aprender :D
    Desejo-te rápidas melhoras!
    Bjks e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  17. Tia Fátima força,....e as melhoras!
    Beijinhos e bom fim-de-semana,...
    https://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Olá Bombom,
    Espero que esteja melhor.
    O meu Pai também já teve, e sei de que dá dores constantes muito incómodas.
    As melhoras e regresse rápido.
    Bjs,
    Teresa C.

    ResponderEliminar
  19. Querida Bombom,

    Já tive, infelizmente... é tão chato, tão desagradável e tão incómodo...

    Desejo-te rápidas melhoras e envio-te um grande beijinho ! *

    Isabel

    ResponderEliminar
  20. A minha mãe teve há 4/5 anos apanhou-lhe a cara, cabeça e olho. A visão ficou alterada e teve dores horriveis.
    As melhoras

    ResponderEliminar
  21. Olá querida,
    Não conheço a doença e sinto muito só agora ter tomado conhecimento do teu estado. Vi pelo post anterior que estás melhor e aqui deixo um grande abraço e votos de que possas retomar as interrompidas férias!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar