A FESTA NA MINHA ALDEIA

domingo, setembro 29, 2013


             Grupo de Bombos de Almaceda (sede da Freguesia)

No 1° Domingo de Setembro, há festa na minha aldeia, dedicada a Nossa Senhora das Dores.
Logo pela manhã, houve uma arruada pelos Bombos da Freguesia de Almaceda, a anunciar os festejos.


Ainda durante a manhã, a Banda Filarmónica de Tinalhas, centenária e com grandes tradições, veio abrilhantar com a sua música o nossa dia de festa. Infelizmente, não consegui uma boa foto nessa altura.

Muitas pessoas preparam as suas ofertas para serem leiloadas em benefício dos festejos.

                       A Mesa das Ofertas, ainda no início da colecta

Na Capela, a azáfama era grande com a preparação dos andores.


Na frente vê-se o andor de São João Baptista, que será transportado por um grupo de jovens adolescentes.
Atrás à esquerda está o andor de Santo António, o patrono da Capela e da aldeia.
Ao fundo está o andor de Nossa Senhora das Preces. A imagem da esquerda, não sei a que Santa pertence.
Há ainda um andor mais pequeno com uma imagem do Menino Jesus, muito antiga, parecido com o Menino Jesus de Praga. Esse andor é transportado por um grupo de crianças (não fotografei).


O andor de Nossa Senhora das Dores e, ao fundo, o altar mor.
Da parte da tarde houve Missa festiva seguida de Procissão pelas ruas da aldeia.

                  Banda Filarmónica de Tinalhas em preparação para a Procissão

                      Apontamento da passagem da Procissão

                     Banda Filarmónica de Tinalhas em actuação na Procissão.

Depois dos festejos religiosos, a população reuniu-se na Centro Cultural para assistir ao leilão das ofertas.
A Quermesse também é sempre muito concorrida e pela noite fora há música para dançar, ao gosto da juventude, com um conjunto musical da moda. 

Por esta altura, andava eu aflita com dores, por causa da malfadada "zona", lembram-se? Mesmo assim, consegui acompanhar a melhor parte da festa!

Agora, já regressada à capital, posso voltar a retomar as actividades do Meu Estaminé. Já coloquei as fotos do post anterior, que da aldeia não consigo introduzir.
Desejo-vos uma boa semana.
Beijinhos da 

Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima) 

Talvez Goste de Ler

9 comentários

  1. Olá, Fátima!

    Você descreveu tão bem, que eu me senti na festa, lá na sua Aldeia. Também estou engajada na preparação da festa de N.Sra. Aparecida, a padroeira do Brasil, e da comunidade a que pertenço, no meu bairro, no dia 12 de outubro.
    Os festejos por aí, são bem semelhantes aos nossos. Gostei.

    Um abração
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga
    Voltei no tempo com o teu post, pois a festa da tua aldeia lembrou muito uma festa que faziam na minha cidade, quando eu era criança!
    Te desejo uma linda semana, cheia de muita paz.
    Um grande abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  3. Sinto um carinho muito especial por estas festas de aldeia. É de louvar que ainda hajam pessoas que não deixam morrer estas tradições que fazem parte da nossa cultura popular.Na localidade onde vivo todos os anos fazem as festas do padroeiro no mês de junho. Muito engraçado também, sem no entanto ter o requinte das fotos que mostrou, como por exemplo, essa mesa de ofertas tao bem arranjada. Bjs e as suas melhoras

    ResponderEliminar
  4. Dou o maior valor às festas tradicionais.São comemorações carregadas do sentimento de pertencimento agregador que une ainda mais as gerações.
    As fotos ficaram ótimas e pude me sentir como expectadora dos festejos, Bombom.
    Bjos e boa semana.
    Calu

    ResponderEliminar
  5. Ô Bombom, querida, que festa gostosa esta da tua aldeia!
    São mesmo muito agradáveis estes festejos, e as delícias comestíveis, imagino os sabores.
    Andas saindo uma boa fotógrafa vistes?
    adorei!
    beijos cariocas


    ResponderEliminar
  6. Adoro as festas das aldeias! São tão nossas, tão genuínas!
    Respondendo à sua questão, julgo que nas papelarias encontrará a pistola de cola quente, mas a um preço mais elevado. Se procurar nas lojas chinesas, encontrará pistolas de cola quente e respectivas recargas, a preços mais convidativos. As lojas de bricolagem também têm:
    http://www.aki.pt/produto.aspx?categoryid=1966&productid=13950&sid=0

    A minha é mesmo igual a esta.
    Um beijinho!

    ResponderEliminar
  7. Querida Bombom,
    Adoro estas festas típicas portuguesas e no Norte fazem-nas sempre e tanto que eu adorava acompanha-las no Verão!
    Belíssimas fotos!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  8. O meu pai e da paiagua, lembro perfeitamente qd tinha a idade entre os 5 aos 14/15 anos de como eram as festas, ja faz um bom par de anos a que nao assisto a nenhuma, mas ao ver estas fotos aqui postadas fizeram com que a minha memoria recuasse no tempo', bons tempos, bons amigos que la tenho e como e obvio a minha avo que ainda la vive e os meus tios.

    ResponderEliminar
  9. Reconheci todos os lugares fotografados. Assisti poucas vezes à Festa da Nossa Srª das Dores, mas lembro-me que é vivida com muita alegria e devoção também. Faltou o comentário ao leilão das bandeiras no início da procissão. Nunca tinha visto nada igual e achei bastante curiosa a forma como o fazem.

    ResponderEliminar