A FESTA NA MINHA ALDEIA


             Grupo de Bombos de Almaceda (sede da Freguesia)

No 1° Domingo de Setembro, há festa na minha aldeia, dedicada a Nossa Senhora das Dores.
Logo pela manhã, houve uma arruada pelos Bombos da Freguesia de Almaceda, a anunciar os festejos.


Ainda durante a manhã, a Banda Filarmónica de Tinalhas, centenária e com grandes tradições, veio abrilhantar com a sua música o nossa dia de festa. Infelizmente, não consegui uma boa foto nessa altura.

Muitas pessoas preparam as suas ofertas para serem leiloadas em benefício dos festejos.

                       A Mesa das Ofertas, ainda no início da colecta

Na Capela, a azáfama era grande com a preparação dos andores.


Na frente vê-se o andor de São João Baptista, que será transportado por um grupo de jovens adolescentes.
Atrás à esquerda está o andor de Santo António, o patrono da Capela e da aldeia.
Ao fundo está o andor de Nossa Senhora das Preces. A imagem da esquerda, não sei a que Santa pertence.
Há ainda um andor mais pequeno com uma imagem do Menino Jesus, muito antiga, parecido com o Menino Jesus de Praga. Esse andor é transportado por um grupo de crianças (não fotografei).


O andor de Nossa Senhora das Dores e, ao fundo, o altar mor.
Da parte da tarde houve Missa festiva seguida de Procissão pelas ruas da aldeia.

                  Banda Filarmónica de Tinalhas em preparação para a Procissão

                      Apontamento da passagem da Procissão

                     Banda Filarmónica de Tinalhas em actuação na Procissão.

Depois dos festejos religiosos, a população reuniu-se na Centro Cultural para assistir ao leilão das ofertas.
A Quermesse também é sempre muito concorrida e pela noite fora há música para dançar, ao gosto da juventude, com um conjunto musical da moda. 

Por esta altura, andava eu aflita com dores, por causa da malfadada "zona", lembram-se? Mesmo assim, consegui acompanhar a melhor parte da festa!

Agora, já regressada à capital, posso voltar a retomar as actividades do Meu Estaminé. Já coloquei as fotos do post anterior, que da aldeia não consigo introduzir.
Desejo-vos uma boa semana.
Beijinhos da 

Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima) 

BOLINHOS DE BACALHAU NO FORNO



Há dias, foi o caos na minha cozinha. As pressas é no que dão!
Distraí-me a ler e quando olhei para o relógio, estava atrasada para o que me tinha proposto fazer, mas com "calma e estupidez natural" (como dizíamos no colégio quando eu era miúda), ainda ia a tempo.
A receita que me tinha inspirado era esta, da Romy : Tartelettes Light de Queijo e Salsichas.
receitasdaromy.blogspot.pt/2013/09/tartelettes-light-de-queijo-e-salsichas.html

Não tinha requeijão, nem salsichas, nem leite em pó, mas tinha uns bons lombinhos de bacalhau que tinham sobrado,  para aproveitar (quase o mesmo, não acham?)...

 A receita era farta e demais para 2 comensais...tinha de reduzir para metade. Mas como, dividir 3 ovos ao meio?
Bem, vai daí, saíram uns Bolinhos tipo queques de bacalhau no forno, óptimos para quem, como eu, tem "maus fígados" e não pode comer fritos.
A receita final, não tem quase nada a ver com a que lhe serviu de inspiração, mas aqui deixo um agradecimento à Romy, a quem prometo que logo que tenha os ingredientes todos (aqui na aldeia não é fácil encontrar), vou fazer a sua receita original.
O caos foi quando na pressa, se virou a colher de pau com a massa, voou pela cozinha, sujou-me as calças e a blusa, esparrinhou para o chão e tive de lavar tudo a "100 à hora" e continuar o trabalho. O almoço estava pronto com 10 minutos de atraso, mas o Provador não se queixou e confirmou que estava tudo muito bom.

                      Só para realçar a travessa antiga

Bolinhos de Bacalhau no Forno

Para 8 bolinhos tipo queques:

2 ovos
1 dl (100 ml) de leite
2 colheres de sopa cheias de farinha de trigo com fermento
2 colheres de sopa de queijo fresco esmagado (1 pequeno)
1 colher de chá de fermento em pó
1 dente de alho espremido ou esmagado
1 raminho de salsa, só folhas, picadas
1 boa chávena de sobras de bacalhau sem peles nem espinhas
sal (pouco) e pimenta q.b.

Num prato, esmague o queijo com um garfo para que fique em creme. Reserve.
Noutro prato, esmague do mesmo modo o bacalhau. Reserve.
Numa tigela média, misture bem os ovos e o leite, com a vara de arames.
 Com a ajuda de um passador de rede fina, adicione a farinha e o fermento, em chuva, envolvendo com a colher de pau, de modo que não fiquem grumos.
 Acrescente o creme de queijo e misture bem.
 Junte o bacalhau, o alho espremido e a salsa picada.
Envolva tudo e prove. Acrescente a pimenta preta moída na hora e rectifique de sal.
Se a massa ficar muito líquida, envolva mais uma colher de farinha, de modo a ficar com a consistência de pão de ló.
Verta em formas de queques de silicone ou de papel frisado, enchendo-as até 2/3 da sua altura e leve ao forno pré-aquecido a 180º C, por 12 a 15 minutos (teste do palito).
Sirva com uma salada mista ou com legumes cozidos.


Tenham um bom fim de semana e aproveitem o sol, pois para o próximo, os meteorologistas já prevêem chuva moderada.

Beijinhos da

Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima)

PARA A OFICINA DAS PAPITAS...ESCALOPES COM MOLHO DE QUEIJO FUNDIDO


Faltam só dois dias! É já no sábado dia 21, que a Maria da Oficina das Papitas celebra os 2 anos do seu precioso blog.
A sua intenção era ajudar os filhos a quem ela ternamente chama por Fifis e que estão a viver lá muito longe, algures na Escócia, a cozinharem as refeições a que estavam habituados, quando ainda em casa.
Para comemorar estes 2 anos de actividade, a Maria convidou-nos a levar um "prato" para a Festa, cuja receita irá aumentar as opções dos Fifis.
Apesar de algumas dificuldades pois aqui na aldeia não posso meter as fotos, não quero deixar de participar.
Depois de muito procurar, optei por um prato simples mas muito saboroso que os filhos da Maria vão ser capazes de fazer com facilidade. Espero que gostem!

Escalopes Com Molho de Queijo Fundido

600 g de bifinhos
70 g de manteiga (ou margarina)
1 colher de sopa de mostarda
1 cálice de vinho do Porto
2 dl de natas
sal e pimenta q.b.
100 g de queijo fundido (ralado ou em cubinhos)

Preparação:
Espalme os bifinhos e tempere-os com sal e pimenta.
Numa frigideira, leve ao lume metade da manteiga e deixe derreter.
Frite os bifes ligeiramente (devem ficar mal passados) e retire-os depois para um prato.
Na mesma frigideira, acrescente a restante manteiga e leve ao lume. Quando bem quente, junte a mostarda, mexa, adicione o vinho do Porto e, pouco depois, as natas e o queijo. Deixe ferver e apurar, junte os bifinhos e o molho que largaram e deixe ferver mais um pouco.
Sirva, por exemplo com rodelas de puré de batata fritas (prepare um puré de batata enxuto, com pouco leite, molde com ele um rolinho, corte às rodelas e frite-as) e legumes ou salada variada, a gosto.

Muitos Parabéns, Maria, por mais este Aniversário!
Muitas Felicidades para a Oficina das Papitas e para todos aqueles que dela beneficiam, a começar pelos teus Fifis.

http://oficinadaspapitas.blogs.sapo.pt

P.S. - Esquecia-me de dizer que aprendi esta receita com o Chefe Silva. Podem encontrá-la Teleculinária nº 593, Especial de Verão 90

 Beijinhos da

 Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima)

ZONA LIVRE DA ZONA OU ZOSTER !


É com muita alegria que vos venho participar que já me encontro recuperada desta maleita "chata" que me veio fazer companhia nestas férias. Eu, bem que a dispensava, mas "antes assim do que pior", como se costuma dizer por cá.
Gostava de agradecer todas as visitas que fizeram ao Meu Estaminé e, de modo especial, a todas as pessoas que me deixaram o seu comentário de amizade e solidariedade. Nestas alturas é muito importante saber que estão connosco e nos transmitem a sua força. A todas o meu Bem Haja!
Penso que consegui agradecer pessoalmente a quase toda a gente, excepto a uma seguidora de quem não tenho referência do Blog. Para si, Sofia A. um abraço de agradecimento e muita estima.
Estou a retomar a pouco e pouco as actividades habituais e em breve re-abrirei O Meu Estaminé.
Para todos os amigos e amigas que me seguem, um até breve.

Beijinhos da

Bombom (Tia Fátima ou Avó Fátima)