CASTELO BRANCO, A OUTRA CIDADE DO MEU CORAçÃO

Ainda não é hoje que vos trago "os melhores postais" de Castelo Branco, a minha cidade adoptada "pelo casamento". Mas fica a promessa de muito em breve vos fazer uma reportagem dos sítios mais emblemáticos.
Hoje trago-vos algumas fotos de pormenores que me encantam nesta cidade calma, cheia de luz e claridade.


Os ninhos de Cegonhas em muitos pontos altos, como as chaminés dos prédios antigos.


A Torre do Relógio, um ex-libris da cidade. Fica situada na zona velha da cidade.


Um edifício que eu acho muito castiço por fazer esquina com duas ruas.
De arquitectura antiga, com as mansardas no telhado, situa-se numa zona muito central com vista sobre a "Devesa" também conhecida como "as Docas", um local valorizado pelo Programa Polis e que se tornou numa grande Praça com Jardins, Lojas, Cafés e Esplanadas.
Digamos que é a sala de visitas da cidade.


Aqui vêem a fachada de um dos edifícios que albergam o Museu Cargaleiro.
Se passarem por Castelo Branco, não deixem de o visitar. Fica situado na zona velha da cidade, uma zona cheia de História e de histórias para contar...
Este antigo solar foi aproveitado com a colaboração da Câmara Municipal, para albergar uma parte do espólio da colecção de loiça antiga e cerâmica da região da Beira Baixa, que pertencia a este grande Pintor português.
Aqui se pode conhecer um pouco da sua vida, do seu percurso, a génese da sua arte.
Num espaço exterior contíguo foi construído o novo edifício que alberga a colecção de Pintura e não só. Contém também algumas obras de autores que ele conheceu no seu percurso e com quem trabalhou. Todas essas obras fazem parte da Fundação Cargaleiro.

Que esta seja mais uma boa semana para todos!
Um resto de Domingo muito feliz!
 Beijinhos da
Bombom ( Tia Fátima ou Avó Fátima)